Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 14h:10

Tamanho do texto A - A+

“Coronavírus nos uniu”, diz Pinheiro sobre relação com Mendes

Por: WELLYNGTON SOUZA

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou nesta terça-feira (24), após reunião com o governador Mauro Mendes (DEM), que o Covid-19, coronavírus, uniu os gestores. O chefe do Executivo municipal disse que agora é hora de deixar de lado as questões políticas e partidárias.

Gilberto Leite

cb5e85549af7084ac5aea6fa0c5024f0.jpg

 

“O momento é de união de forças para dividir responsabilidades. Era esse o diálogo que faltava e a sociedade espera isso de nós. Era hora de deixarmos de lado as questões políticas, partidárias, ideológicas e nos posicionarmos como líderes e pensar grande, pensar na população. O novo coronavírus nos uniu”, afirmou o prefeito.

Conforme Pinheiro, os municípios atuarão de forma conjunta com o Estado no combate à proliferação da doença. Um plano de ação deverá ser apresentado ainda esta semana ao governo estadual.

“Cuiabá e Várzea Grande vão se reunir e apresentar um projeto conjunto que já temos, um planejamento estratégico para o combate a evolução do novo coronavírus de não apenas nas medidas preventivas, mas também um planejamento estratégico na atenção à saúde caso a pandemia evolua. Estamos trabalhando muito para que isso não ocorra”, comentou.

Medidas mais restritivas

Pinheiro não descartou a possibilidade de adotar medidas mais rígidas na Capital. “Se houver necessidade sim, estamos todos preocupados com a evolução da pandemia, porque ela é muito rápida. As medidas são duras, drásticas mas necessárias. Daqui a algumas semanas, um dia, dois dias poderá ser tarde demais”.

Centro de apoio

Com cinco casos suspeitos de Covid-19 na Capital, o prefeito declarou que a UPA do bairro Verdão que será inaugurada em breve irá se tornar um dos centros de apoio em casos de Covid-19. Assim como o antigo Hospital e Pronto-Socorro que está sendo preparado para atender pacientes diagnosticados com o vírus.

“Há um setor que está em obras no antigo PS para linha de enfrentamento da doença.  Estamos preparando leitos no Hospital São Benedito e se possível no Hospital Municipal de Cuiabá. Estamos buscando setores privados e terceirizados para ampliar esses leitos para casos mais graves caso precise”, destacou.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei