Quarta-Feira, 25 de Março de 2020, 14h:00

Tamanho do texto A - A+

Assembleia deve aprovar empréstimo do governo de R$ 550 milhões para construção de pontes

Sessões serão transmitidas através de plataforma digital e os deputados participarão pelo celular; votação será remota.

Por: JOELMA PONTES

O presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), irá convocar os 23 parlamentares para votar a mensagem do Poder Executivo, em caráter de urgência, que autoriza o governo do Estado contrair um empréstimo no valor de R$ 550 milhões junto à Caixa Econômica Federal (CEF), para construção de 4 mil pontes de concreto, que serão feitas em parceria com os municípios, além de outras 100 pontes de grande porte que serão custeadas integralmente pelo Executivo Estadual.

Alan Cosme/HiperNoticias

plenario da assembleia legislativa

Porém, tudo depende da instalação de um software que permite a transmissão das sessões através de uma plataforma digital. Os 21 deputados estaduais participarão das votações em suas residências, pelo celular e a votação será remota. Já o presidente, o primeiro e segundo secretários participarão de forma presencial, sendo transmitido também pela TVAL. De acordo com a assessoria de Botelho, essa plataforma será testada ainda nesta quarta-feira (25).

“Se os equipamentos e os softwares estiverem correspondendo com o que a Casa precisa, então o presidente poderá convocar as sessões a qualquer momento”, explicou a assessoria da presidência.

“Eu recebi uma ligação do governador Mauro Mendes informando que vai encaminhar esse projeto à Assembleia. Ele me pediu que seja aprovado o mais rápido possível. Ele (governador), esteve em contato com a Caixa Econômica Federal que informou a entrada de um grande aporte financeiro disponível para financiamento, mas que priorizará os estados que atenderem às exigências do banco para obtenção do crédito”, informou o presidente da Casa de Leis. 

Botelho solicitou ao governador que uma reunião entre os deputados, o chefe do Executivo e o chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, seja realizada para dar mais detalhes sobre o projeto que vai custar aos cofres públicos do Estado, um pouco mais de meio bilhão de reais. O encontro ainda sem data definida, será realizado em caráter de urgência, através de videoconferência.

Em fevereiro deste ano, o governador Mauro Mendes anunciou o lançamento do programa para a construção das 4 mil pontes. O democrata garante que este será o maior programa de pontes que o Mato Grosso já viu. As estruturas que incluem a construção de bueiros irão contemplar os 141 municípios mato-grossenses. As informações foram dadas pelo governador, durante visita à Assembleia no dia 6 de fevereiro. Segundo o gestor, um dos grandes desafios do governo é a modernização.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei