Terça-Feira, 28 de Julho de 2020, 15h:08

Tamanho do texto A - A+

Após ter sido cassado em 2015, partido aposta em Walace Guimarães para prefeitura de VG

Por: RAYNNA NICOLAS

O ex-prefeito de Várzea Grande, Walace Guimarães, irá pleitear novamente a gestão da segunda maior cidade de Mato Grosso.  Apesar de sua cassação em 2015, o médico foi escolhido pelo Partido Verde (PV), na segunda-feira (27), como pré-candidato às eleições municipais desse ano.

Ao HNT/HiperNotícias, o ex-prefeito demonstrou confiança na disputa. “A palavra certa é resgatar, porque eu fui cassado injustamente. Por entender que eu fui injustiçado estou colocando meu nome novamente para a avaliação popular. Eu acho que estou preparado para voltar a ativar tudo aquilo que planejei na gestão anterior e infelizmente não consegui concluir”, disse Walace.

Alan Cosme/Hipernoticias

Walace Guimarães

 

O médico foi cassado em maio de 2015, por suspeita de gastos ilícitos na eleição de 2012. De acordo com a ação, foram identificados pagamentos a duas empresas e uma pessoa física no valor de R$ 3,2 milhões, dos quais o candidato só teria declarado R$ 1,4 milhão. Na ocasião, Walace teve 24 horas para deixar o cargo, para dar lugar à atual prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM) e também autora do processo que culminou na cassação.

Durante a disputa judicial, a defesa de Walace argumentou que não haviam provas que comprovassem o caixa dois ou evidências e nem testemunhas que ligassem os atos ilícitos a ele. No entanto, o juiz José Luiz Leite Lindote entendeu que as provas eram suficientes para comprovar os gastos ilícitos com fins eleitorais. 

Apesar do processo relativamente recente, o presidente municipal do PV, Luiz Antonio Oliveira, reforçou que a sigla está segura com a escolha.

“O Walace é uma pessoa competente e o PV sabendo da capacidade dele, da maneira como ele foi cassado, da índole dele e o trabalho que ele fez durante o tempo em que ficou na prefeitura, colocou ele como nosso pré-candidato e, após a convenção, será nosso candidato e terá grandes chances”, pontuou o presidente.

Walace e Luiz Antonio ainda explicaram que não há impedimentos jurídicos que possam prejudicar a disputa ao cargo de prefeito. “Mesmo que ele estivesse inelegível, o prazo de oito anos expiraria em outubro, como as eleições foram adiadas, não há problema nenhum”, esclareceu Luiz.  

“Minha base política foi construída com dedicação, carinho e trabalho à sociedade de Várzea Grande. Sou funcionário público há 30 anos pelo município, moro na mesma casa há 28 anos, tenho minha vida pautada aqui, a escolha será da sociedade, mas juridicamente não tenho impedimento nenhum”, complementou o pré-candidato.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



2 Comentários

Critico - 28/07/2020

CARA DE PAU CORRUPTO O POVO VARZEAGRANDENSE NAO TEM MENTE CURTA

Helcio Arruda - 28/07/2020

Essa horrorosa noticia, é pior que a Pandemia do coronavirus do COVID 19 ,que já matou mais de 90 mil brasileiros. Já imaginou esse corrupto do Wallace poder ser candidato (embora cassado pelo TRE-MT por uso de caixa dois e outros crimes eleitorais), e ganhar a eleição para Prefeito de nossa Varzea Grande ? Estamos liquidados, pois vai voltar a roubalheira desenfreada que houve em seus 2 anos e meio de mandato, e todo esforço que a Prefeita Lucimar fez para recuperar a nossa alto estima e colocar VG no processo de desenvolvimento vai abaixo. CRUZ CREDO, nem DEUS há de deixar essa baixinho-velhaco voltar para a Politica.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA