Quinta-Feira, 24 de Setembro de 2020, 11h:02

Tamanho do texto A - A+

Sargento da PM é preso por assediar cozinheira em batalhão

Por: LUIS VINICIUS

Um sargento da Polícia Militar, que não teve o nome revelado, foi preso por assediar sexualmente a cozinheira do batalhão. O caso aconteceu na cidade de Peixoto de Azevedo (700 km de Cuiabá).

Alan Cosme/HiperNoticias

corregedoria policia militar

 

O militar, segundo a própria corporação, teve a prisão preventiva decretada e está recluso no Comando Regional de Alta Floresta (800 km de Cuiabá). O teor de como o suposto crime foi praticado não foi informado pela Polícia Militar.

De acordo com o comandante adjunto da CR, Victor Prado, a prisão do sargento foi deferida para que não haja qualquer interferência nas investigações.

“É uma prisão cautelar para que possa obter provas da denúncia. Acredito que foi homologada essa prisão preventiva pelo Judiciário de Peixoto de Azevedo com a finalidade de manter a regularidade de administração no batalhão onde aconteceu o fato”, disse o coronel à imprensa local.

O sargento deverá responder por assédio sexual e moral contra a servidora.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que a corregedoria da corporação abrirá sindicância disciplinar para investigar a conduta do militar.

“A Corregedoria da Polícia Militar informa que o policial em questão teve a prisão preventiva decretada e encontra-se preso em Alta Floresta, à disposição da Justiça. A Corregedoria acompanha procedimento instaurado para apurar a conduta do policial”, diz nota da PM enviada à reportagem.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei