Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020, 16h:45

Tamanho do texto A - A+

Adolescente que matou amiga praticava tiro esportivo; vídeo mostra habilidade com arma

Por: LUIS VINICIUS

O atirador esportivo M.M.C., 46 anos, e a sua filha de 14 anos, que matou a sua amiga da mesma idade, são praticantes de tiro esportivo há pelo menos três anos. Após a morte de Isabeli Guimarães Ramos, diversos vídeos foram compartilhados nas redes sociais da jovem deonstrando suas habilidades com armas.

Alan Cosme/HiperNoticias

delegado Olímpio da Cunha

 O caso está sendo investigado pelo delegado Olímpio Cunha Fernandes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)

Em um vídeo que a reportagem teve acesso é possível ver a adolescente em um stand de tiro obedecendo a ordens de um instrutor. A jovem mostra habilidade com o armamento e ganha até “aprovação” do professor.

De acordo com informações, a adolescente participava de campeonatos na categoria Hangdung-Light. No início do ano, ela participou do 1º Torneio Intermunicipal (CTECV) de tiro na categoria. Apesar de ser menor de idade, uma decisão judicial permitiu que ela competisse.

A morte da amiga

Isabeli foi encontrada morta no banheiro da casa de M.M.C, localizada no condomínio de luxo Alphaville, em Cuiabá. Ela estava na companhia da amiga que manuseava uma pistola 380. Durante o manejo, a arma teria disparado e atingido a cabeça de Isabeli. A vítima não resistiu e morreu ainda no local.

Após a constatação da morte, policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram ao local e apreenderam sete armas. A pistola utilizada no crime está registrada no nome de uma pessoa identificada apenas como G.F.M.C.C. Ele seria amigo de M.M.C. O proprietário da arma deverá ser ouvido pelo delegado Olímpio Cunha Fernandes nos próximos dias.

Das outras seis armas, duas delas não estavam com o registro no local e por este fato, M.M.C., foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ele foi conduzido à DHPP e autuado pelo crime, que é afiançável. Depois de pagar a fiança, foi liberado.

Já as armas foram apreendidas e foram encaminhadas à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para passarem por perícia.

O corpo de Isabeli se encontra no Instituto Médico Legal (IML) para passar por exame de necropsia. O laudo será essencial para esclarecer o que aconteceu na residência de M.M.C.

O caso está sendo investigado.

 

Veja o vídeo

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 6







Mais Comentadas