Terça-Feira, 04 de Agosto de 2020, 21h:54

Tamanho do texto A - A+

Luto na comunicação

Reprodução

Bosquinho / Wellington Fagundes

 Bosquinho (e), mais uma vítima da Covid

 

A comunicação de Mato Grosso entrou em luto nesta terça-feira (4) pela morte de dois profissionais queridos no meio. Em Cuiabá, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa anunciou pesar pelo falecimento do repórter-cinematográfico Arnaldo Pereira Campos, ocorrido na noite de segunda-feira (3). Segundo a AL, Arnaldo sofreu uma tromboembolia pulmonar. Além da TV Assembleia, Arnaldo atuou na TBO (TV Brasil Oeste), TVCA (TV Centro América) e TV  Vila Real (Record).

Já em Barra do Garças morreu nesta terça, vítima de Covid-19, o empresário João Bosco de Aquino Araújo, 74, proprietário da Rádio Difusora de Barra do Garças e assessor do senador Wellington Fagundes, de quem era amigo pessoal havia mais 20 anos. Filho do ex-deputado Heronides Araújo, autor da lei que criou o município de Barra do Garças, em 1948, Bosquinho, como era conhecido, foi o fundador da Rádio Difusora, em 1986, a segunda emissora AM da cidade.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei