Sexta-Feira, 27 de Março de 2020, 06h:26

Tamanho do texto A - A+

Vigilante de 53 anos morre com sintomas de coronavírus na Policlínica do Coxipó

Por: LUIS VINICIUS

A vigilante Ivete Pinto de Oliveira, 53 anos, morreu no fim da noite de quinta-feira (26) na Policlínica do Coxipó com sintomas da Covid-19, o coronavírus. A mulher, segundo informações, chegou à unidade, localizada no bairro Vista Alegre, em Cuiabá, desacordada e com insuficiência respiratória.

Reprodução

Policlínica do Coxipó

 

A mulher foi levada à unidade de saúde pela sua filha, que não teve o nome revelado. A familiar informou ao corpo clínico da unidade que sua mãe apresentava falta de ar há aproximadamente 15 dias. 

A testemunha disse também aos médicos que, além da dificuldade para respirar a mãe também teve febre. Diante disso foi levada para um hospital da região onde recebeu atendimento médico. Ela foi medicada com antibiótico e liberada. 

Já na semana passada, Ivete esteve na Policlínica do Coxipó para receber atendimento médico novamente. Ela ficou em observação e a liberaram para tratar como pneumonia em casa. Ivete tomou antibiótico, mas a filha não soube informar ao corpo clínico sobre qual medicação se tratava.

Na noite de sexta-feira, a paciente voltou a passar a mal, foi internada novamente, mas não resistiu e morreu por volta das 23h30. 

O corpo da mulher será encaminhado ao Serviço de Verificação de Óbito (SVO) que deverá apontar a real causa da morte de Ivete. 

Números

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou que Mato Grosso registrou, na quinta-feira (26), 11 pessoas infectadas com o coronavírus. 

O número revela um aumento de duas novas ocorrências em relação ao último balanço da pasta, emitido na quarta-feira (25) - dia em que o estado também comprovou outros dois contágios pela doença quando comparado ao levantamento anterior.

A SES apontou também que monitora outras 385 ocorrências suspeitas no Estado.

Avalie esta matéria: Gostei +5 | Não gostei - 8



2 Comentários

Angela Folha - 27/03/2020

A senhora foi a policlinica por 2 vezes e nem se deram ao trabalho de fazer o exame? Isso é falta de respeito com o ser humano!

Luana - 27/03/2020

Neste momento não foi feito nada infelizmente minha tia continua na unidade sem qualquer informação só que tivemos que a vigilância sanitária poderá ir só a partir das 07:00 como assim gente ela está até agora lá queremos uma solução para ter um velório digno

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA