Sexta-Feira, 22 de Maio de 2020, 16h:30

Tamanho do texto A - A+

Sexta vítima de Covid-19 em VG trabalhava na Marfrig; frigorífico tem 25 funcionários infectados

Por: JOELMA PONTES

A 37ª vítima do coronavírus em Mato Grosso, moradora de Várzea Grande, identificada como Maria Neta dos Santos, 38 anos, era funcionária do frigorífico da companhia Marfrig. Ela morreu na madrugada desta sexta-feira (22). 

Por meio de nota, o frigorífico, que já tinha 14 funcionários com o vírus, divulgou que mais 11 pessoas testaram positivo para Covid-19, subindo para 25 o número de casos confirmados no estabelecimento. Entretanto, a empresa não confirma se a mulher fazia parte desse grupo. Apenas ressalta que a mesma estava de férias desde o dia 4 de maio. 

Reprodução/Facebook

MARIA VG

Maria Neta

Maria, que ficou internada no Hospital Metropolitano, é a 6ª vítima da doença em Várzea Grande. Ela fazia parte do grupo de risco, por ser obesa e diabética.

Nesta semana, um outro funcionário da Marfrig, morreu por insuficência respiratória, provocada por pneumonia. Porém, “segundo o relatório médico, não há como atribuir a causa da morte por coronavírus. A empresa lamenta profundamente o fato, vem tomando todas as providências no sentido de auxiliar os familiares", diz trecho da nota encaminhada ao HNT/Hipernotícias.

Devido aos casos de contaminação, a Marfrig adotou todos os procedimentos estipulados em seu plano de contingência, realizou o inquérito epidemiológico e prontamente afastou de maneira preventiva todos os contactantes diretos e indiretos que estão em isolamento domiciliar.

“Adicionalmente a Marfrig está seguindo todas as determinações da vigilância epidemiológica do município que, na quinta-feira passada, dia 14 de maio, fez uma visita a planta e, após análise, aprovou todas as ações feitas e o plano de contingência para a unidade”, destacou a empresa.

Veja na íntegra as notas da empresa:

1- A Marfrig foi notificada sobre o teste positivo do total de 25 colaboradores da unidade de Várzea Grande, no Mato Grosso.  Imediatamente, a companhia adotou todos os procedimentos estipulados em seu plano de contingência: realizou o inquérito epidemiológico e prontamente afastou de maneira preventiva todos os contactantes diretos e indiretos que estão em isolamento domiciliar. Adicionalmente a Marfrig está seguindo todas as determinações da vigilância epidemiológica do município que, na quinta-feira passada, dia 14 de maio, fez uma visita a planta e, após análise, aprovou todas as ações feitas e o plano de contingência para a unidade.

A companhia adotou diversas medidas para a prevenção da doença em suas unidades, entre as quais, a aferição da  temperatura de todos os colaboradores na entrada da empresa, o aumento do intervalo entre operações, a diminuição do fluxo no refeitório com diferentes intervalos para as refeições, o afastamento dos colaboradores com sintomas de gripe, grávidas, portadores de doenças crônicas e acima de 60 anos. Reforçou ainda a equipe médica para intensificar o monitoramento dos casos, fortaleceu o uso de EPIs e a comunicação quanto as medidas de prevenção e uso correto das máscaras dentro da indústria. Como mais uma maneira de fortalecer as medidas preventivas a companhia realizou a desinfecção total da unidade e todos os colaboradores estão sendo vacinados contra H1N1.

2- A Marfrig foi notificada que uma colaboradora que atuava no setor de desossa na unidade de Várzea Grande, no estado do Mato Grosso, veio a óbito em função do agravamento do seu quadro de saúde por conta do novo Coronavírus. A funcionária estava de férias desde o dia 4 de maio. 

 

A empresa lamenta profundamente o fato e vem tomando todas as providências no sentido de auxiliar os familiares.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei