Segunda-Feira, 23 de Março de 2020, 10h:25

Tamanho do texto A - A+

Entidades do comércio pedem suspensão de VI e redução de 30% nos repasses

Por: KHAYO RIBEIRO

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso (Fecomércio-MT) protocolizou pedido junto ao Governo do Estado solicitando medidas de combate aos efeitos do novo coronavírus, o Covid-19, sobretudo para a economia. Dentre as solicitações da entidade constam o pedido de suspensão de pagamento das Verbas Indenizatórias (VI’s) e a redução de 30% no repasse do duodécimo aos poderes.

Reprodução

fecomércio

 

As demandas da Fecomércio foram deliberadas após reunião realizada na última quarta-feira (18) com representantes de diversas entidades do comércio. Algumas das medidas solicitadas pela Federação foram parcialmente respondidas posteriormente pelo Estado, como a suspensão no pagamento do IPVA.

Para o presidente da Federação, José Wenceslau de Souza Júnior, o documento protocolizado demonstra a coesão das entidades na cobrança por medidas do Estado, visando, sobretudo, a manutenção da economia em Mato Grosso.

“Com a indicação do governo para que as pessoas fiquem em casa e com a possibilidade de termos que fechar o comércio, o fluxo de caixa vai a zero. Isso vai fazer a maioria dos negócios ‘quebrarem’ e haverá desemprego em massa”, declarou Wenceslau.

O documento tem a colaboração da Fecomércio-MT, da Fiemt, FCDL Mato Grosso e Facmat, além da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de Mato Grosso (ABIH), da Associação Mato-grossense de Atacadistas e Distribuidores (Amad), da Associação das Empresas do Distrito Industrial de Cuiabá (AEDIC) e demais entidades como ADEPAN e Skat MT.

Já o ofício encaminhado à Prefeitura de Cuiabá, direcionado ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), solicita a suspensão dos pagamentos de taxas e tributos municipais para as pessoas físicas e jurídicas também por um período de 180 dias. Assim como a isenção do pagamento da taxa de lixo em bares e restaurantes.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



2 Comentários

Thomas Morus - 23/03/2020

PARABENS pela iniciativa, fico feliz que agora as instituições mais importantes tenham tomado uma atitude contra essa vergonha que é a Verba Indenizatória para políticos e alguns servidores públicos. O deputado Ulysses Moraes já tentou e ainda luta na justiça para que essa falta de vergonha acabe. Infelizmente parte da imprensa paga tentou ridicularizar o deputado ao invés de ficar ao lado do povo. O deputado também já interpôs ação na justiça e aguada o desfecho.

walter liz - 23/03/2020

excelente iniciativa, cortar supersalarios também é necessario

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA







Mais Comentadas