Quarta-Feira, 17 de Junho de 2020, 12h:25

Tamanho do texto A - A+

Ex-líder indígena Paulinho Paiakan morre por coronavírus

Paiakan foi um dos principais nomes da luta indígena contra a hidrelétrica de Belo Monte na década de 1980

Por: REVISTA FORUM

O cacique Paulinho Paiakan, da etnia kayapó e uma das principais lideranças indígenas do país, morreu por coronavírus nesta quarta-feira (17), em Belém.

 

REPRODUÇÃO

PAULINHO PAIAKAN

De acordo com o senador Paulo Rocha (PT-PA), o líder indígena havia sido socorrido nesta semana e levado para a UTI de um hospital na capital depois de passar mal por conta da doença.

 

Paiakan teve grande protagonismo na luta indígena do país, em especial na década de 1980. Ao lado do cacique Raoni Metuktire, o indígena realizou diversos protestos contra o avanço da hidrelétrica de Belo Monte naquele período. Ainda, foi uma das principais lideranças do Encontro dos Povos Indígenas do Xingu, em 1989.

 

O cacique foi condenado em 1998 pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Pará, por unanimidade, a seis anos de prisão por ter estuprado, em 1992, a estudante Sílvia Letícia Ferreira.

 

Irekrã, esposa de Paiakan, acusada de ter agredido Letícia para facilitar a ação do marido, também foi condenada a quatro anos de detenção em regime semiaberto.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas