Quarta-Feira, 05 de Agosto de 2020, 14h:39

Tamanho do texto A - A+

Começa nesta quarta toque de recolher a partir das 23 horas

Por: DA REDAÇÃO

A partir desta quarta-feira (5), o toque de recolher em Cuiabá passa a vigorar das 23h às 5h, até o próximo dia 23 de agosto, conforme o Decreto nº 8.034. Durante esse horário, fica proibida a circulação de qualquer cidadão no território do Município. Fica permitida a circulação de quem trabalha em hospitais, clínicas veterinárias, clínicas odontológicas, clínicas médicas em regime de urgência e emergência, farmácias, supermercados, funerárias e serviços relacionados, bem como serviço de segurança pública e privada. 

Reprodução

toque.jpg

 

Profissionais da área fim da Saúde desde que em efetivo serviço; servidores públicos das áreas de fiscalização das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Mobilidade Urbana e Ordem Pública, quando em pleno exercício da função também estão autorizados a se locomover durante o horário do toque de recolher. 

Também está permitida a comercialização de medicamentos via delivery em tempo integral (24h) e a comercialização de gêneros alimentícios mediante sistema delivery, ate a meia-noite. Todos devem cumprir todas as recomendações preconizadas pelos órgãos de Saúde quanto à necessidade de higienização dos produtos.

Os cidadãos que precisarem acessar os serviços essenciais elencados, desde que comprovada a necessidade urgente, podem se locomover entre 23h e 5h, preferencialmente, de forma individual. 

Também está liberado o trânsito decorrente de retorno ou partida de viagens oriundas do Terminal Rodoviário de Cuiabá, Terminal Rodoviário de Várzea Grande e/ou Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

O toque de recolher funciona com a atuação de uma força-tarefa composta por cerca de 40 pessoas, entre agentes de regulação da Secretaria Municipal de Ordem Pública, agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana e Polícia Militar. As equipes percorrem todas as regiões da cidade, atendendo aos chamados que chegam através do número 190. (Com assessoria)

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei