Domingo, 27 de Setembro de 2020, 14h:30

Tamanho do texto A - A+

Ativista afirma que incêndios no Pantanal são criminosos e culpa Bolsonaro

Por: WELLYNGTON SOUZA

A ativista ambiental e apresentadora Luisa Mell afirmou que os incêndios que atingem a região do Pantanal são de origem criminosa. Apresentadora se reuniu com o governador Mauro Mendes (DEM), no Palácio Paiaguás, na última sexta-feira (25) para apresentar propostas com objetivo de salvar os animais que são um dos principais prejudicados durante às queimadas. 

Khayo Ribeiro

WhatsApp Image 2020-09-25 at 17.38.46.jpeg

 

LEIA MAIS: Após visita de Luisa Mell, Mendes anuncia reforços no combate aos incêndios no Pantanal

"Não tem dúvida que é causa humana. Temos uma planície alagada que não pegaria fogo desta maneira sozinha. Temos uma mudança climática no planeta que tem que ser entendida pela população, é uma nova realidade. Mas sem dúvida, são incêndios criminosos", disse à imprensa, após encontro com governador.

Questionada quanto atuação do governo federal no combate às queimadas, a ativista demonstrou descontentamento em relação ao presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), que inclusive, em discurso a Organização das Nações Unidas (ONU), declarou que as queimadas seriam culpa dos indígenas. Para Luisa Mell, Bolsonaro é o verdadeiro culpado. 

LEIA MAIS: Juiz manda Bolsonaro e ministro comprovarem em 10 dias medidas de combate a incêndios no Pantanal

"É notório minha discordância de Bolsonaro. Ele é responsável sim pela tragédia que acontece no Pantanal e na Amazônia com o seu discurso, pelo enfraquecimento dos órgãos como Ibama, ICMBIO”, afirmou.  

“Temos uma fiscalização totalmente frágil. Então jogar a culpa no caboco e no índio e de extrema covardia, sendo que já está comprovado na Amazônia que a grande destruição e causada por fazendeiros. Enriquecemos meia dúzia e o povo cada vez mais prejudicado. Foi muito infeliz mais uma vez", ressalta.

Comissão convoca ministro

A Comissão Externa da Câmara destinada a acompanhar e promover estratégia nacional, para enfrentar as queimadas em biomas brasileiros realizou na quinta-feira (24), a primeira reunião virtual de trabalho. Coordenada pela deputada Professora Rosa Neide (PT-MT), a atividade contou com participação de outros nove parlamentares que compõe a comissão. Na ocasião debateram o plano de trabalho do colegiado e encaminharam a convocação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

LEIA MAIS: Comissão convoca ministro para apresentar ações sobre incêndios

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 7